fbpx

Nova Iorque, 30 de outubro de 2018 

Depois de um vídeo dedicado ao estilo de vida nova-iorquino ao som de “I Happen To Like New York” (de Judy Garland), Tim Cook, CEO da Apple, subiu ao palco da Academia de Música de Brooklyn, para nos apresentar a tão antecipada fornada fresquinha de produtos Apple.

 

O tão esperado Macbook Air

O novo Macbook Air teve direito aos primeiros minutos da apresentação : depois de uma retrospetiva recheada de dados estatísticos acerca do sucesso do equipamento pelo mundo, foi revelado um novo modelo da gama. O modelo mais amado da gama, o Macbook Air, teve este um ano uma mudança de visual e um apetrechamento de características de fazer soltar um valente “uau”.

Comecemos pelo Retina Display, uma característica há muito aguardada e pedida pelos fãs, que chega agora com 4 milhões de pixéis (quatro vezes mais que um ecrã HD) que levam as imagens a um nível de detalhe e realismo nunca antes conseguido pela marca. Além disso, o ecrã de 13.3 polegadas estende-se até às bordas, que são agora 50% mais finas, obtendo-se assim um computador com um ecrã imersivo e simplesmente deslumbrante, com um splash de mais 48% cores do que o seu antecessor.

Outra novidade no Macbook deste ano é o Touch ID. O sistema a que já estamos tão habituados chega agora a este portátil, implementado no seu teclado, e a Apple garante aos utilizadores uma segurança acrescida ao  fazerem ações como desbloquearem o seu equipamento, autenticarem um documento ou pagarem uma encomenda online, através do seu novo Apple T2 Security Chip.
Faço uma menção honrosa ao seu teclado de nova geração, que conta com mais 20% de área no touchpad, suportando ainda mais gestos dos utilizadores. Soma-se a todas as características mencionadas a implementação neste novo lançamento de uma entrada Thunderbolt 3 (USB-C) e ao facto da Apple ter optado por uma construção feita de alumínio 100% reciclado, numa tentativa de reduzir a sua pegada de carbono.

Para finalizar, ao olharmos para dentro do novo Macbook encontramos um processador Intel Core i5 de última geração, um disco SSD de até 1,5TB, uma memória RAM que vai até 16GB e uma bateria que segundo a Apple, te garantirá 12 horas de utilização. Tudo isto custará a partir de 1.199 dólares.

 

O novo Macbook mini

O Macbook Air não é o único membro novo na família, tendo também sido apresentado “o mais poderoso Macbook Mini de sempre”. Esta “besta”, como foi carinhosamente apelidada pela Apple, vem equipada com um processador Intel i3 de oitava geração, quad ou hexa-core, uma memória flash de 2TB, um novo sistema de refrigeração, quatro portas Thunderbolt 3.0, HDMI e ligações ethernet de 10 GB. Além disso, este bichinho aceita até 64GB de RAM, e pode ser teu por 799 dólares, a partir de 7 de novembro.

 

O Novo iPad Pro

Chegamos por fim ao último produto anunciado pela Apple, o tão esperado e envolto em rumores iPad Pro. Apresentado como “a maior mudança desde a apresentação do original”, o novo iPad chega com um sistema de retina líquida, presente também no iPhone X, implementado num ecrã de 11 ou 12,9 polegadas que a Apple classifica como “um pedaço de vidro mágico que faz tudo o que precisas, de qualquer forma que o agarrares”. Apesar de um ecrã com maior área, o novo iPad é mais pequeno que o seu antecessor e ainda mais fino, com uns estonteantes 5,9mm.
Como era de esperar, o iPad perdeu o botão Home e conta também com um sistema de Face ID, criado para desbloqueios e pagamentos seguros e rápidos, tanto em modo landscape como em modo portrait.

Debaixo do capot, encontramos o chip mais poderoso e inteligente que a Apple alguma vez fez – o A12X Bionic. Reparemos em alguns números: 8 núcleos, tecnologia de 7 nanómetros, 5 triliões de operações por segundo, gráficos duas vezes mais rápido e (alegadamente) um processamento mais rápido que 92% dos computadores no mercado. Isto torna o novo iPad uma ferramenta ideal para fazer multi-tasking, jogar jogos de forma imersiva e ainda entrar um bocado com realidade virtual.

O novo tablet da Apple conta ainda com uma memória de até 1TB e uma entrada USB-C, que torna a sua ligação a aparelhos externos, como monitores e câmaras fotográficas, muito mais fácil e, a somar a isto, possibilita o carregamento de um iPhone através do iPad. É verdade, caso precises de um powerbank, podes sempre optar pelo novo iPad Pro! Tens é de abdicar de 799-1749 dólares, conforme o modelo que escolheres. O recente iPad é acompanhado pela nova Apple Pencil, que agora responde ao teu toque e se fixa no equipamento magneticamente para carregamento wireless.

Para fechar com chave de ouro, foram anunciadas novas apps e projetos como Assassin’s Creed Brotherhood, que promete puxar pelo dispositivo, correndo a 120 FPS, NBA 2K19, que segundo a marca oferece animações a 60 FPS, impossíveis de obter em qualquer outro dispositivo mobile, e o Project Arrow, um editor de imagens em realidade aumentada, que permite ao utilizador criar e desenhar animações em tempo real e ter o resultado literalmente à sua frente.

Para finalizar o evento, o CEO da Apple subiu de novo ao palco para anunciar o iOS 12.1 que suporta a comunicação de vídeo entre múltiplos utilizadores e traz 70 novos emojis.

 

Sobre Mim

Olá! Sou o Iúri Ferreira e entrei na Forall como embaixador em fins de Setembro de 2018. Estou a tirar uma licenciatura em Marketing na ESTG-IPL. 

Comunicação, tecnologia e inovação são três coisas pelas quais tenho um grande bichinho, tendo por isso aceitado o desafio de integrar a área de Tech do blog da Forall. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.